Na manhã desta segunda-feira, 14, foi realizado na Academia de Polícia Civil de Sergipe (Acadepol), o Curso de Inteligência de Sinais. O evento, promovido pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública, por intermédio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), objetiva a capacitação dos profissionais da Segurança Pública na área da inteligência de diferentes instituições e possibilita o aprimoramento e especialização desses profissionais no uso de equipamentos e softwares que facilitem a realização de interceptações de sinais, leitura de dados, análise de áudio e dados.

Durante a abertura do evento estiveram presentes na solenidade o coordenador geral de Integração ao Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP), Hélio Wazlawosky; a diretora da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial de Sergipe (Dipol), delegada Mayra Moinhos; o diretor da SISP/SE, José Inephânio de Souza Cardoso; vice-diretor da Acadepol, Adriano Bandeira; o coordenador de PolíciaCivil do Interior (Copci), delegado Jonathas Evengelista; entre outras autoridades.

Na oportunidade, a delegada Mayra Moinhos ressaltou a importância da realização do curso para os profissionais de segurança pública de sergipe. “É um curso que trata dos sinais utilizados em ferramentas de inteligência, ele visa capacitar servidores que já têm alguma intimidade que já fizeram cursos antecedentes, para que eles cheguem aqui já com algum conhecimento e aprimorizem”.  Ela continua destacando que durante a capacitação, a troca de experiências será fundamental. “O curso traz 14 pessoas de fora e eu acredito que situações como esta seja uma oportunidade de compartilhar experiências, então essas pessoas podem trazer algo que agreguem ao funcionamento da Dipol aqui no estado de sergipe e vice e versa”, destacou a diretora.

O vice-diretor da Acadepol, Adriano Bandeira, lembrou que a realização dessas ações possibilita a melhora nas condições de trabalho dos profissionais da segurança. “A Acedepol é mais uma vez agraciada com uma determinação do Secretário de Segurança Pública, delegado João Eloy, que encaminhou um das ações que é do Plano Nacional de Segurança Pública através da Senasp. Estamos em um momento de bastante alegria, tendo em vista que esse curso melhora a condição do profissional de segurança pública, principalmente os que trabalham na área de inteligência” frisou.

O representante do Departamento do Sistema Prisional (Desip) na Coordenação Geral do Sistema de Inteligência de Segurança Pública em Sergipe (Cogecisp), Manoel Lúcio, afirmou que o sistema peninteciário ganhará ainda mais força no combate à criminalidade. “Esse curso vai agregar mais conhecimento para nós que trabalhamos na penintenciária, para que possamos fazer um melhor acompanhamento dos internos das nossas unidades prisionais, porque sabemos que infelizmente ainda há presença de celulares na unidades onde não temos bloqueadores de celulares”.

Ainda segundo o vice-diretor da Acadepol, não há dúvidas do esforço que a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) vem realizando para a capacitação e melhoramento das condições de trabalho no estado. “A SSP/SE tem se destacado no país por conta das condições que ela propoẽ à Senasp para receber esse tipo de curso, portanto é uma parceria que a Acadepol está envolvida e a SSP/SE dando as condições para a realização desse tipo de curso”, finalizou.

Fonte: ASCOM – SSP/SE